segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Nessa vila, meninas desenvolvem pênis aos 12 anos!


Nessa vila, meninas desenvolvem pênis aos 12 anos
A puberdade pode ser um momento difícil para qualquer um, mas não tão difícil como para as crianças “guevedoces” na República Dominicana, que literalmente parecem mudar de sexo quando atingem a adolescência.
Como o reportado por Michael Mosely na nova série da BBC, Countdown to Life: The Extraordinary Making of You, o caso notável de guevedoces é uma condição que afeta pouco mais de 1% dos meninos nascidos em Salinas, uma aldeia remota que encontra-se no sudoeste da República Dominicana.
Guevedoces (tradução literal “de pênis aos 12”) parecem ser completamente fêmeas no nascimento e são criadas como meninas durante a infância.
“Quando eles nascem, se parecem com meninas sem testículos e tem o que parece ser uma vagina”, escreve Mosely para o The Telegraph. “É somente quando eles se aproximam da puberdade que o pênis cresce e os testículos descem.”
Após a evolução da puberdade, guevedoces crescem para machos plenamente funcionais em sua sociedade.
“Além de ser ligeiramente subdimensionados, tudo funciona normalmente para os guevedoces, que vivem suas vidas normalmente como homens, embora que com barba fina e pequenas próstatas”, escreve Mosely.
Nem todos os guevedoces na República Dominicana mudam seu nome quando atingem puberdade – alguns homens crescidos na região mantém seus nomes femininos ao longo da sua vida. A condição não é isolada na República Dominicana – foi também observada na Turquia e Nova Guiné, embora em menor escala.
Em seu documentário, Mosely conheceu Johnny, um homem guevedoce que foi criado como uma menina, Felicita. Quando Felicita atingiu a puberdade, ela teve mais do que as habituais alterações que a maioria das pessoas experimenta.
“Eu não me sentia bem, eu já não gostava de usar saia, e eu não gostava de brincar com as outras meninas. Tudo o que eu queria era brincar com armas de brinquedo e meninos “, diz Johnny. Junto com as mudanças psicológicas vieram as fisiológicas; Johnny desenvolveu testículos e pênis.
Apesar de ser alvo de bullying na escola, a transformação foi, em última análise, positiva. “Eu nunca gostei de me vestir como uma menina … Quando eu mudei, eu fiquei feliz com a minha vida”, diz Johnny.
Mas por que isso acontece com esse seleto grupo de pessoas?
Pesquisadores descobriram que uma deficiência na enzima 5-α-redutase é a responsável pela condição rara dos guevedoces. Sem esta enzima, o organismo não cria o hormônio sexual masculino diidrotestosterona (DHT), o que por sua vez impede o desenvolvimento de órgãos sexuais masculinos até atingir a puberdade, quando o aumento dos níveis de testosterona tardiamente revela que os guevedoces são, de fato, homens. [ScienceAlert]



Fonte: Mistérios do Mundo

Nenhum comentário:

obrigada

obrigada